quinta-feira, janeiro 05, 2012

Resenha #4 Não sou este tipo de garota - Siobhan Vivian

Livro: Não sou este tipo de garota
Autor: Siobhan Vivian
Editora: Novo conveito Jovem
Páginas: 248
Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? A vida é sobre suas decisões e escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de sempre fazer as melhores. Ela ignora os caras populares e babacas da escola, sempre ganha medalhas de honra e está prestes a ser a primeira estudante jovem a ser presidente do conselho estudantil em anos. Se apenas todas as outras garotas fossem tão sensíveis e fortes. Como o grupo de novatas que querem ser brinquedos dos jogadores de futebol. Ou sua melhor amiga, que tomou uma decisão idiota que quase arruinou sua vida. Mas ser sensível e forte não é fácil. Não quando uma brincadeira quase a faz ser expulsa. Não quando seus conselhos dóem mais do que ajudam. Não quando um cara que ela já deu um fora se torna o cara que ela não consegue parar de pensar. A linha entre o certo e o errado foi distorcida, e cruzá-la poderá resultar em um desastre… ou se tornar a melhor escolha que ela já imaginou fazer.

Natalie está no ultimo ano do ensino médio, tem uma péssima mania de julgar os outros, quer ser a dona da razão, tem um curriculum excelente, e só tem três preocupações, ser presidente do conselho estudantil, entrar para uma boa faculdade e sempre ter sua melhor amiga Autumm ao seu lado.
Mas ela é ameaçada quando Mike Domski decide concorrer a presidência, ele é do tipo popular-babaca, jogador de futebol, que não tem nenhum plano na cabeça e só pensa em ganhar mais popularidade.
"Ela é do tipo de garota traiçoeira que te cortaria as bolas do saco no meio da noite se tivesse a chance" -Mike Domski falando de Natalie.
Autumm há 3 anos atrás ganhou um apelido "isca de peixe" porque se envolveu com um garoto e esse garoto estava apenas a usando, e com isso Natalie e Autumm se aproximaram mais, uma cuidava da outra, Autumm  passou a tirar notas melhores e entrar no mundo sem festas/namorados de Natalie.
Mas algo acontece e elas se afastam, Natalie se sente perdida sem sua melhor amiga e passa a se dedicar á um amor as escondidas.

Será que tinha imaginado as coisas com Connor? Sei que nos beijamos, mas ele sempre estava fazendo isso. Talvez tenha sido só uma ousadia. Ou talvez meu beijo seja muito ruim. Odiava a forma como estava me sentindo. Estúpida. Insegura. Usada     - Natalie 
O romance deles é bem fofinho mas tem horas que chega a ser irritante tudo por causa da nossa Natalie dona da razão.
E ainda tem a Spencer minha personagem favorita, no começo ela parece uma prostituta e depois uma rostituta, mas você nota que ela tem 14 anos na identidade mas tem uma grande inteligencia.
Olha só, não faço nada que me deixe desconfortável. Estou sempre no controle. Seja como for, que direito tem alguém de dizer o que eu posso ou não posso fazer com o meu corpo? Não vou me sentir culpada só porque gosto de ser sensual. Não ficarei envergonhada. Parece que esta escola tem um grande problema com esse tipo de coisa. – Spencer olhou fixamente para Autumn, e todas perceberam. – Forçar as garotas a ficar envergonhadas por terem comportamentos que são naturais é um preconceito ridículo. Francamente, deveríamos mandar todos aqueles que nos julgam para aquele lugar.        -Spencer
 Ele jamais vai conseguir ter uma garota como você. Você é muita areia para o caminhão dele, e ele quer morrer por causa disso. E toda a frustração explode, fazendo com que ele aja dessa forma. Honestamente, é bem típico dos garotos.       -Spencer

Enfim garanto que se gosta de leituras não demoradas e que te prendam não vai se arrepender de ler não sou este tipo de garota. 
Postado por Bianca Cardoso às quinta-feira, janeiro 05, 2012

2 comentários:

Kris Wannieg disse...

Já ouvi falar muito bem desse livro, mas por resenhas como a sua (muito boa aliás) eu meio que já odeio a Natalie, e odiar seu personagem principal nem sempre da certo.

Nao é algo que tenho vontade de ler, apenas uma curiosidade. Quem sabe se parar na minha mão.

Té mais...
http://bmeloescrt.blogspot.com/

Juliene Farnez disse...

Confesso que gostei muito do jeito da Natalie. A segurança que ela tem em tudo era impressionante. Mas também gostei da virada que ela teve. Seu romance com Connor é lindo mesmo, e acho que essa coisa de ser escondido dava mais emoção na história. Daria até mesmo se fosse na vida real. rsrsrs

Bjos
entrereaiseutopias.blogspot.com.br

Postar um comentário