sexta-feira, agosto 26, 2011

Resenha #1 Amanhã, quando a guerra começou - John Marsden.

   
Livro: Amanhã, quando a guerra começou.
Autor: John Marsden
Autora: Fundamento
Páginas: 256 Páginas
O que você faria se descobrisse que todo o mundo que conhece deixasse de existir da noite para o dia? Ao voltar de uma semana de acampamento, Ellie e seus amigos descobrem que a cidade em que viviam foi invadida por um inimigo desconhecido. Suas famílias foram aprisionadas e uma guerra está acontecendo em seu país. Agora, eles estão sozinhos em uma cidade sitiada, lutando para descobrir o que aconteceu com seu país e tentando sobreviver. é uma história de uma aventura extraordinária em tempos extraordinários, em que esconderijos, explosões e fugas passam a fazer parte da rotina desse grupo de amigos. Sozinhos e sem ter para onde ir, Ellie e seus amigos vão precisar de toda a coragem e ousadia para sobreviver.Amanhã, quando a guerra começou é o primeiro livro da série que foi escolhida como a mais fascinante pelos jovens leitores nos EUA, na Suécia e Austrália. Uma história que prende o leitor do início ao fim. Amanhã, quando a guerra começou vai ficar na sua memória para sempre.
                                  Avaliação:

Amanhã quando a guerra começou é o primeiro livro de uma série que tem mais 7 livros,ele é contado como se fosse o diário da Ellie, mas não tem nada de " querido diário ", ela escreve porque quer que a história deles seja lida. Se gosta de guerra, romance, aventura e humor não pode deixar de ler esse livro.
 Em um certo dia Ellie tem a brilhante ideia de ir acampar no inferno (não ela não foi fazer uma visitar o carinha la de baixo, inferno é uma garganta um lugar isolado do resto da cidade) até ai tudo bem, eles achavam que a pior coisa que estavam fazendo era faltar uma feira importante na cidade, mas o que eles não sabiam era que enquanto eles estavam fora, começou uma guerra na cidade e seus pais eram reféns, quando eles descobrem começam a amadurecer e buscar uma solução, mas não e assim tão fácil,  eles acabam cometendo erros e pagando caro por isso, mas até conseguem algumas coisas que adultos não teriam coragem de fazer. o livro acaba com um gostinho de - eu não acredito que o autor vai deixar essa parte pro segundo livro- mas é legal, se não gostar pode me prender.

" No meio do caminho, ouvi um grito sobrenatural vindo do alto e, no momento seguinte estava sendo atacado. garras demoníacas me rasgavam, e uma voz fantasmagórica gemia em meus ouvidos. e foi assim que descobrimos que o gato da Fi estava vivo, bem e morando no forro da casa, que estava sendo reformado"
Postado por Bianca Cardoso às sexta-feira, agosto 26, 2011

0 comentários:

Postar um comentário